24 de junho de 2011

Battle Circuit (Arcade)

Bom, aqui estou eu novamente, depois um período um tanto longo eu diria devido a problemas técnicos no meu computador e falta de tempo no trabalho, afinal estou a quase um mês sem fazer uma postagem e resolvi falar de um jogo que eu jogo com pouca frequência, mas vou explicar o motivo apesar de eu gostar muito dele...

Trata-se de:


Sim, trata-se dele, o meu, o seu, o nosso...

...

Ops, pera ae, deixa eu me recuperar.

...

Trata-se de Battle Circuit, um bom jogo com uma PEQUENA dose de loucuras mas o motivo de tudo isso você leitor irá descobrir no restante da postagem.



Pra começo de conversa, o jogo foi criado em 1997 pra arcades que tinham o modelo CPS2, criado por ninguem menos que a Capcom, o jogo é do gênero beat'em up e basicamente como todo jogo do tipo o basico consiste em esmurrar o máximo de maxilares possíveis, quebrar muitos ossos, fazer muitos combos e deixar o dedo doendo de tanto apertar os botões de bater e pular e continuar jogando mesmo assim pelo simples gosto de espancar a manolada.

Ufa, quase fiquei sem fôlego só de pensar nisso tudo... Mas fazer o que ?

Afinal, essa é a verdade por trás dos beat' em ups, colocar pra fora o seu lado interior sanguinário e fazer no jogo tudo que você nunca admitiu que queria fazer na vida real, afinal diversão não existe e a única verdade aceita no mundo é a lei do mais forte...

Tá, me empolguei de novo, mas enfim, o que importa é a dose de diversão apesar de toda a loucura do jogo.

Você deve estar perguntando por que eu sempre falo da loucura do jogo, agora irei falar, lembrando que parte da minha também foi exposta...


E pra citar a loucura, começamos com a história, que se passa no ano de 20XX, afinal, a Capcom depois de Megaman e Street Fighter nunca mais se preocupou com datas... e trata-se de uma realidade alternativa e de quebra futurista, e você tem opção de controlar a galera dos Bounty Hunters ou Caçadores de Recompensa, se você gostar de termos nacionais, e eles estão em busca do cientista louco chamado Dr. Saturn e do programa de segurança mega sofisticado conhecido como "Shiva System", não é preciso dizer que o jogo tem um toque de comics, certo ?


Depois de tudo isso, a história do jogo fica um pouco mais loucona, afinal Doutor Saturn é o primeiro da sua lista de vilões com maxilar destruído, e você o prende, o seu empregador, te paga e depois de fazer umas piadinhas bem ruins, te manda em busca de outros foragidos, que por sinal até número de série possuem, e ao detonar o primeiro se descobre do sistema mega controlador de computadores, e ae sua jornada começa de verdade.

Mas como pouca loucura é bobagem, os personagens falam por mim:

Pois bem, cada um deles tem um atributo específico, o primeiro é o Cyber Blue, e ele tem força, Yellow Iris tem velocidade, Alien Green tem vitalidade, PinkOstrich possui golpes que matam de forma instantânea e Captain Silver tem defesa, o que torna o jogo bem legal e a jogabilidade longe de ser repetitiva, caso jogue com mais pessoas ou mesmo sozinho, e não preciso indicar quem é quem da foto, por que acho que os nomes dos personagens são um tanto sugestivos.

Vale lembrar que o diferencial do jogo é o sistema de compra de golpes, e funciona da seguinte maneira.

A cada fase terminada, você ganha uma quantidade de pontos e esses pontos são o que você necessita pra comprar novas técnicas, e o mais legal é que elas são executadas por comandos no melhor estilo Street Fighter e Final Fight, além de que alguns upgrades são pra golpes já comprados, como aumento de dano e com isso mais efeitos de luzes na tela, deixando tudo extremamente exagerado porém a bizarrice é o charme desse jogo. Acredite!


Bom, apesar da história, que normalmente em jogos do ramo costuma não ser nada além de um "motivo pra espancar geral", e uma jogabilidade extremamente simples porém eficaz, eu não o jogo tanto por que as fases são longas, e quando eu zero uma vez jogos do ramo, eu dificilmente volto a jogar, mas admito que é um excelente jogo pra rir e se divertir, e antes de terminar a postagem...

Pra todos que nunca o jogaram, o final aguarda uma surpresa muito interessante. Vale a pena conferir!
 

2 comentários:

Scariel disse...

A Capcom nunca se preocupou com datas.

juninho-ad disse...

Não me diga...